top of page

Veto ao projeto de lei que previa a distribuição dos medicamentos à base de cannabis é aprovado

A Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú aprovou na noite desta terça-feira (03), o veto do prefeito Fabrício Oliveira (PL) ao projeto de lei do vereador Eduardo Zanatta (PT), que cria a política municipal de saúde “PraVida” para a distribuição dos medicamentos à base de cannabis, utilizado principalmente no tratamento de autistas, fibromiálgicos, pacientes com Parkinson e Alzheimer.


“Eu lamento que o projeto de lei tenha sido vetado a pedido do prefeito. Repito: foi um veto político, uma decisão que não leva em consideração as dores das famílias e ficou evidente no constrangimento geral no plenário. Mas a mobilização da população deixou claro que o Prefeito Fabrício deve apresentar uma alternativa para quem precisa dos medicamentos e não têm condições de pagar. As entidades e associações conquistaram uma vitória política ontem com o governo se comprometendo a enviar uma proposta para a Câmara e quem ganha é a população. Preconceito e ignorância são os carimbos do atraso na política”, diz o vereador Eduardo Zanatta.


O vereador ainda comentou sobre a dor das famílias que acompanhavam a sessão: “Muitas famílias se mobilizaram e vieram acompanhar a votação do veto no plenário. Tinha um avô com seus netos autistas, casais que dividem as dores crônicas da fibromialgia, pais e mães de crianças com epilepsia refratária. As pessoas choraram durante a votação pois dependem da medicação para algo essencial, que é a saúde. Eu seguirei trabalhando para que a nossa cidade possa ter uma política pública de saúde que garanta o acesso a esses medicamentos. É urgente”, afirma o vereador.


A votação ficou assim: contra o veto votaram os vereadores Eduardo Zanatta (PT), Alessandro Teco (Republicanos), André Furlan Meirinho (Progressistas), Lucas Gotardo (Novo), Juliana Pavan (PSDB), Asinil Medeiros (PL) e Samir Dawud (PDT). A favor do veto do prefeito votaram os vereadores João Olindino Dão Koedermann (MDB), Juliethe Nitz (PL), Dani Serpa (PSD), Nena Amorim (MDB), Roberto Souza Junior (Podemos), Anderson Santos (Podemos), Gelson Rodrigues (Cidadania), Kaká Fernandes (Podemos), Marcos Kurtz (Podemos) e Nilson Probst (MDB).






6 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page